Quanto Gasta um Estudante em Alojamento Fora de Casa?

Mixed race woman moving into college dorm room

A plataforma de alojamento Uniplaces estudou o perfil dos estudantes que procuram os seus serviços. Os estrangeiros são a maioria: estão dispostos a pagar mais mas ficam menos tempo. Brasileiros são a maior fatia, ingleses os que mais gastam.

Os estudantes universitários que reservam alojamento através da Uniplaces gastam, em média, 415 euros por mês. A conclusão é de um estudo divulgado esta segunda-feira, 20 de Fevereiro, pela plataforma portuguesa.

Em 2016, a Uniplaces registou um crescimento de 183% no número de arrendamentos. Lisboa continua a ser cidade mais procurada (74%) mas é ao Porto que cabe a melhor evolução, com o número de arrendamentos a subir quase 300% face a 2015.

Até porque alugar um quarto em Lisboa fica, em média, 16% mais caro que na Invicta. O preço médio fixado para o alojamento da Uniplaces na capital é de 438 euros, mais 60 euros que no Porto. Já face a Coimbra, a diferença é de 164 euros.

A nível nacional, estada média registada na plataforma é de cinco meses. Oito em cada dez optam por arrendar quarto. Os estrangeiros – que representam 77% da procura – pagam mais mas ficam menos dias: 420 euros, 141 euros. Os nacionais optam por pagar menos e ficar mais tempo: 395 euros e 170 dias.

Das mais de cem nacionalidades que a Uniplaces registou, são os ingleses aqueles que mais gastam: 496 euros. Seguem-se os holandeses com 470 e os brasileiros com 467 euros.

É precisamente o Brasil quem lidera a procura pelos alojamentos para universitários na plataforma liderada por Miguel Santo Amaro, com uma fatia de 13%. Seguem-se Itália (11%), Alemanha (10%), Espanha e França (ambas com 9%).

“O clima, a qualidade e o custo de vida são alguns dos factores que destacam o nosso país”, destaca o relatório, referindo ainda o investimento das universidades e Governo português na captação de estudantes internacionais.

Notícia Jornal de negócios, por Wilson Ledo

Na RE/MAX Vitória já ajudámos centenas de famílias a encontrar imóveis para os seus filhos. Se for o caso, contacte-nos através do tel.253 421 390!

imagem: Huffington Post